Extensões

Novo na versão 2.19.

Extensões fornecem maneiras para personalizar e automatizar o fluxo de trabalho de tradução. Administradores podem gerir extensões a partir do menu GerirExtensões dos respectivos componente de tradução.

Dica

Também pode configurar extensões usando API, DEFAULT_ADDONS ou install_addon.

../_images/addons.png

Extensões embutidas

Tradução automática

Novo na versão 3.9.

ID da extensão:

weblate.autotranslate.autotranslate

Configuração:

mode

Modo de tradução automático

Escolhas disponíveis:

suggest – Adiciona como sugestão

translate – Adiciona como tradução

fuzzy – Adiciona como «Necessita de edição»

filter_type

Filtro de procura

Por favor, note que a tradução de todas as cadeias irá descartar todas as traduções existentes.

Escolhas disponíveis:

all – Todos os textos

nottranslated – Textos não traduzidos

todo – Textos não finalizados

fuzzy – Textos marcados para edição

check: inconsistent – Verificação com falha: Inconsistente

auto_source

Fonte das traduções automáticas

Escolhas disponíveis:

others – Outros componentes da tradução

mt – Tradução de máquina

component

Componentes

Introduza a lesma de um componente para utilizar como fonte, deixe em branco para utilizar todos os componentes no projeto atual.

engines

Motores de tradução automática

threshold

Limite de pontuação

Gatilhos:

Atualização de componente, diária

Traduz automaticamente as cadeias utilizando a tradução automática ou outros componentes.

Ela é acionada:

  • Quando novas cadeias aparecem num componente.

  • Uma vez por mês para cada componente, isso pode ser configurado a usar BACKGROUND_TASKS.

CDN de localização JavaScript

Novo na versão 4.2.

ID da extensão:

weblate.cdn.cdnjs

Configuração:

threshold

Limiar de tradução

Limiar para inclusão de traduções.

css_selector

Seletor de CSS

Seletor CSS para detectar elementos localizáveis.

cookie_name

Nome do cookie do idioma

Nome do cookie que armazena a preferência de idioma.

files

Extrair cadeias de ficheiros de HTML

Lista de nomes de ficheiros no repositório atual ou URLs remotas a serem analisados para obter cadeias traduzíveis.

Gatilhos:

diário, pós-compromisso do repositório, pós-atualização do repositório

Publica traduções na rede de distribuição de conteúdo para o uso na localização de JavaScript ou HTML.

Pode ser usado para localizar páginas HTML estáticas ou para carregar a localização no código JavaScript.

Gera um URL exclusivo para o seu componente, que pode ser incluído em páginas HTML para localizá-los. Veja Traduzir HTML e JavaScript a usar CDN Weblate para mais detalhes.

Remover cadeias em branco

Novo na versão 4.4.

ID da extensão:

weblate.cleanup.blank

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

repositório pós-confirmação, repositório pós-atualização

Remove cadeias não traduzidas dos ficheiros de tradução.

Use isso para não ter cadeias vazias em ficheiros de tradução (por exemplo, se a sua biblioteca de localização os exibe como em falta em vez de recorrer ao texto fonte).

Limpeza de ficheiros de tradução

ID da extensão:

weblate.cleanup.generic

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

repositório pré-compromisso, repositório pós-atualização

Atualize todos os ficheiros de tradução para coincidirem com o ficheiro monolingue base. Para a maioria dos formatos de ficheiro, significa remover as chaves de tradução obsoletas que já não existem no ficheiro base.

Adiciona idiomas em falta

ID da extensão:

weblate.consistency.languages

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

diário, repositório pós-adição

Garante que um conjunto consistente de idiomas seja usado para todos os componentes de um projeto.

Os idiomas ausentes são verificados uma vez a cada 24 horas e quando novos idiomas são adicionados no Weblate.

Ao contrário da maioria dos outros, esta extensão afeta todo o projeto.

Dica

Traduza as cadeias recém-adicionadas automaticamente com Tradução automática.

Descoberta de componentes

ID da extensão:

weblate.discovery.discovery

Configuração:

match

Expressão regular para corresponder ficheiros de tradução

file_format

Formato de ficheiro

name_template

Personalizar nome do componente

base_file_template

Definir nome do ficheiro base monolingue

Manter vazio para ficheiros de tradução bilingue.

new_base_template

Defina o ficheiro base para as novas traduções

Nome do ficheiro utilizado para criar as novas traduções. Para gettext, escolher o ficheiro «.pot».

intermediate_template

Ficheiro de idioma intermédio

Nome do ficheiro de tradução intermediária. Geralmente este é um ficheiro de tradução fornecido pelos programadores e é usado na criação de cadeias de origem reais.

language_regex

Filtro de idioma

Expressão regular para filtrar ficheiros de tradução ao examinar por uma máscara de ficheiros.

copy_addons

Clonar extensões do componente principal para os recém-criados

remove

Remover componentes para os ficheiros inexistentes

confirm

Confirmo que as correspondências acima parecem correctas

Gatilhos:

Pós-atualização do repositório

Adiciona ou remove automaticamente componentes do projeto com base em alterações de ficheiros no sistema de controlo de versão.

Acionada toda vez que o VCS é atualizado, de outra forma semelhante ao comando de gestão import_project. Desta forma, pode rastrear vários componentes de tradução dentro de um VCS.

A correspondência é feita a usar expressões regulares que permitem uma configuração complexa, mas é necessário algum conhecimento para fazê-la. Alguns exemplos para casos de uso comum encontram-se na secção de ajuda de extensões.

Uma vez que acertar Gravar, uma prévia dos componentes correspondentes será apresentada, de onde pode verificar se a configuração realmente corresponde às suas necessidades:

../_images/addon-discovery.png

Dica

A extensão de descoberta de componentes usa URLs internas do Weblate. É uma maneira conveniente de compartilhar a configuração do VCS entre vários componentes. Os componentes vinculados usam o repositório local do componente principal configurado a preencher weblate://project/main-component no campo Repositório do código-fonte (em GerirConfiguraçõesSistema de controle de versão) de cada componente. Isso economiza tempo com configuração e recursos do sistema também.

Veja também

Marcação de modelo

Edição em massa

Novo na versão 3.11.

ID da extensão:

weblate.flags.bulk

Configuração:

q

Consulta

state

Estado a definir

Escolhas disponíveis:

-1 – Não alterar

10 – Necessita edição

20 – Traduzido

30 – Aprovado

add_flags

Bandeiras de tradução para adicionar

remove_flags

Bandeiras de tradução para remover

add_labels

Etiqueta a adicionar

remove_labels

Etiquetas a remover

Gatilhos:

atualização de componente

Edição em série de marcadores, etiquetas, ou estados de cadeias.

Automatize o etiquetação a começar com a consulta de pesquisa NOT has:label e adicione etiquetas até que todas as cadeias tenham todas as etiquetas necessárias. Outras operações automatizadas para metadados Weblate também podem ser feitas.

Exemplos::

Rotula novas cadeias automaticamente

Consulta de pesquisa

NOT has:label

Etiqueta a adicionar

recente

Marcar como somente leitura todos os textos do changelog de Ficheiros de metadados da App Store

Consulta de pesquisa

language:en AND key:changelogs/

Bandeiras de tradução para adicionar

read-only

Marcar as traduções inalteradas como «Precisa de edição»

Novo na versão 3.1.

ID da extensão:

weblate.flags.same_edit

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

unidade pós-criação

Sempre que uma nova cadeia traduzível é importada do VCS e corresponde a uma cadeia fonte, é marcada como necessita de edição no Weblate. Isto é especialmente útil para os formatos de ficheiro que incluem cadeias não traduzidas.

Dica

Também pode reforçar a verificação Tradução inalterada a adicionar o marcador strict-same aos Marcadores de tradução.

Veja também

Estados de tradução

Marcar as novas cadeias fonte como «Precisa de edição»

ID da extensão:

weblate.flags.source_edit

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

unidade pós-criação

Sempre que uma nova cadeia é importada do VCS, é marcada como necessita de edição no Weblate. Deste modo pode filtrar e editar facilmente as cadeias fonte escritas pelos programadores.

Veja também

Estados de tradução

Marcar as novas traduções como «Precisa de edição»

ID da extensão:

weblate.flags.target_edit

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

unidade pós-criação

Sempre que uma nova cadeia de tradução é importada do VCS, é marcada como necessita de edição no Weblate. Deste modo pode facilmente filtrar e editar as traduções criadas pelos programadores.

Veja também

Estados de tradução

Gerador de estatísticas

ID da extensão:

weblate.generate.generate

Configuração:

filename

Nome do ficheiro gerado

template

Conteúdo do ficheiro gerado

Gatilhos:

repositório pré-compromisso

Gera um ficheiro que contêm a informação detalhada sobre o estado da tradução.

Pode usar um modelo do Django, tanto de nome de ficheiro e conteúdo, veja markdown para uma descrição detalhada de marcação.

Por exemplo, a geração de um ficheiro de resumo para cada tradução:

Nome do ficheiro gerado

locale/{{ language_code }}.json

Conteúdo
{
   "language": "{{ language_code }}",
   "strings": "{{ stats.all }}",
   "translated": "{{ stats.translated }}",
   "last_changed": "{{ stats.last_changed }}",
   "last_author": "{{ stats.last_author }}",
}

Veja também

Marcação de modelo

Preencher a tradução com fonte

Novo na versão 4.11.

ID da extensão:

weblate.generate.prefill

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

Atualização de componente, diária

Preenche cadeias de tradução com a cadeia fonte.

Todos os textos não traduzidos no componente serão preenchidos com a cadeia fonte e marcados como necessita de edição. Use-o quando não puder ter cadeias vazias nos ficheiros de tradução.

Geração da pseudolocalidade

Novo na versão 4.5.

ID da extensão:

weblate.generate.pseudolocale

Configuração:

source

Cadeias fonte

target

Tradução de destino

Todas as cadeias nesta tradução serão sobrescritas

prefix

Prefixo de cadeia fixo

var_prefix

Prefixo da cadeia variável

suffix

Sufixo da cadeia fixo

var_suffix

Sufixo da cadeia variável

var_multiplier

Multiplicador de partes variável

Quantas vezes repetir a parte variável dependendo do comprimento do texto fonte.

include_readonly

Incluir cadeias somente leitura

Gatilhos:

Atualização de componente, diária

Gera uma tradução a adicionar um prefixo e sufixo às cadeias de origem automaticamente.

Pseudolocalidades são úteis para encontrar textos que não estão preparadas para localização. Isso é feito a alterar todas as cadeias fonte traduzíveis para facilitar a descoberta de textos inalterados ao executar a aplicação no idioma da pseudolocalidade.

Também é possível encontrar cadeias cujas contrapartes localizadas podem não se ajustar ao layout.

O uso das partes variáveis torna possível procurar por textos que podem não caber na interface do utilizador após a localização – isso estende o texto com base no comprimento do texto fonte. As partes variáveis são repetidas pelo comprimento do texto multiplicado pelo multiplicador. Por exemplo Hello world com sufixo variável _ e multiplicador variável de 1 se torna Hello world___________ – o sufixo é repetido uma vez para cada caractere no texto fonte.

As cadeias serão geradas segundo o padrão:

Prefixo de texto fixo Prefixo de texto variável Texto fonte Sufixo de texto variável Sufixo de texto fixo

Dica

Pode usar idiomas reais para teste, mas existem pseudolocalidades disponíveis no Weblate - en_XA e ar_XB.

Dica

Pode usar esta extensão para iniciar a tradução para uma nova localidade de um idioma existente ou idioma semelhante. Depois de adicionar a tradução ao componente, siga para a extensão. Exemplo: Se tem fr e deseja iniciar a tradução fr_CA, simplesmente defina fr como fonte,` fr_CA` como o destino e deixe o prefixo e o sufixo em branco.

Desinstale a extensão depois de preencher a nova tradução para evitar que o Weblate altere as traduções feitas após a cópia.

Contribuintes em comentários

ID da extensão:

weblate.gettext.authors

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

repositório pré-compromisso

Atualiza a parte do comentário no cabeçalho do ficheiro PO para incluir nomes de colaboradores e anos de contribuições.

O cabeçalho do ficheiro PO terá a seguinte aparência:

# Michal Čihař <michal@weblate.org>, 2012, 2018, 2019, 2020.
# Pavel Borecki <pavel@example.com>, 2018, 2019.
# Filip Hron <filip@example.com>, 2018, 2019.
# anonymous <noreply@weblate.org>, 2019.

Atualizar a variável ALL_LINGUAS no ficheiro «configure»

ID da extensão:

weblate.gettext.configure

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

repositório pós-adição, diário

Atualiza a variável ALL_LINGUAS em ficheiros configure, configure.in ou configure.ac, quando uma nova tradução é adicionada.

Personalizar a saída gettext

ID da extensão:

weblate.gettext.customize

Configuração:

width

Ajuste de linhas longas

Por predefinição, o gettext quebra as linhas a 77 carateres e novas linhas. Com o parâmetro –no-wrap, quebra apenas em novas linhas.

Escolhas disponíveis:

77 – Quebrar linhas com 77 carateres e nas novas linhas (predefinição de xgettext)

65535 – Quebrar as linhas apenas nas novas linhas (como “xgettext –no-wrap”)

-1 – Sem quebra de linhas

Gatilhos:

pós-carregamento de armazenamento

Permite personalizar o comportamento da saída gettext, por exemplo, a quebra de linhas.

Oferece as seguintes opções:

  • Quebrar linhas em 77 caracteres e em novas linhas

  • Quebrar as linhas apenas nas novas linhas

  • Sem quebra de linhas

Nota

Por padrão, o gettext quebra as linhas em 77 caracteres e em novas linhas. Com o parâmetro --no-wrap, a quebra só é feita em novas linhas.

Atualizar ficheiro LINGUAS

ID da extensão:

weblate.gettext.linguas

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

repositório pós-adição, diário

Atualiza o ficheiro LINGUAS quando é adicionada uma nova tradução.

Gerar ficheiros MO

ID da extensão:

weblate.gettext.mo

Configuração:

path

Caminho do ficheiro MO gerado

Se não especificado, será utilizada a localização do ficheiro PO.

Gatilhos:

repositório pré-compromisso

Gera automaticamente um ficheiro MO para cada ficheiro PO alterado.

O local do ficheiro MO gerado pode ser personalizada e o campo para ele usa Marcação de modelo.

Atualizar ficheiros PO para coincidir com POT (msgmerge)

ID da extensão:

weblate.gettext.msgmerge

Configuração:

previous

Manter «msgids» anteriores das cadeias traduzidas

no_location

Remover localizações das cadeias traduzidas

fuzzy

Utilizar correspondência de imprecisa

Gatilhos:

Pós-atualização do repositório

Atualiza todos os ficheiros PO (configurados por Máscara de ficheiros) para corresponder ao ficheiro POT (configurado por Modelo para novas traduções) usando msgmerge.

Acionada sempre que novas alterações forem trazidas do repositório upstream. A maioria das opções de linha de comando do msgmerge podem ser definidas por meio da configuração da extensão.

Squash de commits git

ID da extensão:

weblate.git.squash

Configuração:

squash

Submeter com squash

Escolhas disponíveis:

all – Todos os commits num só

language – Por idioma

file – Por ficheiro

author – Por autor

append_trailers

Anexar linhas finalizadoras à mensagem do commit de squash

As linhas finalizadoras são linhas semelhantes aos cabeçalhos de e-mail RFC 822, no final de uma mensagem de commit de outra forma livre, como «Co-authored-by: …”.

commit_message

Mensagem de commit

Esta mensagem de commit será usada em vez das mensagens de commit combinadas dos commits após squash.

Gatilhos:

repositório pós-compromisso

Comprimir as submissões Git antes de enviar as alterações.

Commits Git podem ter squash feito antes de fazer o push das alterações num dos seguintes modos:

  • Todos os commits num só

  • Por idioma

  • Por ficheiro

  • Por autor

As mensagens de commit originais são mantidas, mas a autoria é perdida a menos que Por autor seja selecionada ou a mensagem de commit, seja personalizada para incluí-la.

As mensagens de commit originais podem opcionalmente ser substituídas por uma mensagem de commit personalizada.

Linhas finalizadoras (linhas de commits como Co-authored-by: ) podem opcionalmente ser removidas das mensagens de commit originais e anexadas ao final da mensagem de compromisso após um squash. Isso também gera crédito próprio Co-authored-by: para cada tradutor.

Personalizar a saída JSON

ID da extensão:

weblate.json.customize

Configuração:

sort_keys

Ordenar chaves JSON

indent

Indentação JSON

style

Estilo de indentação JSON

Escolhas disponíveis:

spaces – Espaços

tabs – Tabulações

Gatilhos:

pós-carregamento de armazenamento

Permite ajustar o comportamento da saída JSON, por exemplo, a indentação ou a ordenação.

Formatar as propriedades do ficheiro Java

ID da extensão:

weblate.properties.sort

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

repositório pré-compromisso

Formata e ordena as propriedades do ficheiro Java.

  • Consolida quebras de linhas para Unix.

  • Formatação em maiúsculas de sequências de escape Unicode (caso estejam presentes).

  • Tira linhas em branco e comentários.

  • Ordena as cadeias pelas chaves.

  • Solta cadeias duplicadas.

Purga de comentários obsoletos

Novo na versão 3.7.

ID da extensão:

weblate.removal.comments

Configuração:

age

Dias para manter

Gatilhos:

diário

Definir um prazo para a remoção de comentários.

Isso pode ser útil para remover comentários antigos que podem ter ficado desatualizados. Use com cuidado, pois comentários ficarem velhos não significam que eles perderam importância.

Purga de sugestões obsoletas

Novo na versão 3.7.

ID da extensão:

weblate.removal.suggestions

Configuração:

age

Dias para manter

votes

Limites de votação

Limite para a remoção. Este campo não tem efeito com os votos desativados.

Gatilhos:

diário

Definir um prazo para a remoção de sugestões.

Pode ser muito útil em relação à votação em sugestão (vej Revisão por pares) para remover sugestões que não recebem votos positivos suficientes num determinado período de tempo.

Atualizar ficheiros RESX

Novo na versão 3.9.

ID da extensão:

weblate.resx.update

Configuração:

Esta extensão não tem configuração.

Gatilhos:

Pós-atualização do repositório

Atualize todos os ficheiros de tradução para que correspondam ao ficheiro base monolingue original. As cadeias não utilizadas são removidas e as cadeias novas são adicionadas como cópias da cadeia fonte.

Dica

Use Limpeza de ficheiros de tradução se só quiser remover chaves de tradução obsoletas.

Personalizar a saída de XML

Novo na versão 4.15.

ID da extensão:

weblate.xml.customize

Configuração:

closing_tags

Incluir etiqueta de fecho para etiquetas XML em branco

Gatilhos:

pós-carregamento de armazenamento

Allows adjusting XML output behavior, for example closing tags instead of self- closing tags for empty tags.

Personalizar a saída YAML

Novo na versão 3.10.2.

ID da extensão:

weblate.yaml.customize

Configuração:

indent

Indentação de YAML

width

Ajuste de linhas longas

Escolhas disponíveis:

80 – Quebra linhas em 80 caracteres

100 – Quebra linhas em 100 caracteres

120 – Quebra linhas em 120 caracteres

180 – Quebra linhas em 180 caracteres

65535 – Sem quebra de linhas

line_break

Quebras de linha

Escolhas disponíveis:

dos – DOS (\r\n)

unix – UNIX (\n)

mac – MAC (\r)

Gatilhos:

pós-carregamento de armazenamento

Permite ajustar o comportamento da saída YAML, por exemplo, o comprimento de linha ou novas linhas.

Personalizando a lista de extensões

A lista de extensões é configurada por WEBLATE_ADDONS. Para adicionar outra extensão, basta incluir o nome absoluto da classe nesta configuração.

Escrevendo extensões

També pode escrever as suas próprias extensões. Crie uma subclasse de weblate.addons.base.BaseAddon para definir os metadados da extensão e, então, implemente uma função de retorno que vai fazer o processamento.

Veja também

Desenvolver extensões

Escrevendo scripts para extensões

Extensões também podem ser usadas para executar scripts externos. Isso costumava estar integrado no Weblate, mas agora tem que escrever algum código para embrulhar o seu script com uma extensão.

# Copyright © Michal Čihař <michal@weblate.org>
#
# SPDX-License-Identifier: GPL-3.0-or-later

"""Example pre commit script."""


from django.utils.translation import gettext_lazy as _

from weblate.addons.events import EVENT_PRE_COMMIT
from weblate.addons.scripts import BaseScriptAddon


class ExamplePreAddon(BaseScriptAddon):
    # Event used to trigger the script
    events = (EVENT_PRE_COMMIT,)
    # Name of the addon, has to be unique
    name = "weblate.example.pre"
    # Verbose name and long descrption
    verbose = _("Execute script before commit")
    description = _("This add-on executes a script.")

    # Script to execute
    script = "/bin/true"
    # File to add in commit (for pre commit event)
    # does not have to be set
    add_file = "po/{{ language_code }}.po"

Para instruções de instalação, veja Verificações de qualidade personalizadas, extensões e correções automáticas.

repositório VCS para qualquer componente.

Além disso, as seguintes variáveis de ambiente estão disponíveis:

WL_VCS

Sistema de controle de versão usado.

WL_REPO

URL do repositório upstream.

WL_PATH

Caminho absoluto ao repositório VCS.

WL_BRANCH

Novo na versão 2.11.

Ramo do repositório configurado no componente atual.

WL_FILEMASK

Máscara de ficheiro para componente atual.

WL_TEMPLATE

Nome de ficheiro de modelo para traduções monolínguas (pode estar vazio).

WL_NEW_BASE

Novo na versão 2.14.

Nome do ficheiro usado para criar novas traduções (pode estar vazio).

WL_FILE_FORMAT

Formato de ficheiro usado no componente atual.

WL_LANGUAGE

Idioma da tradução processada atualmente (não disponível para ganchos de nível de componente).

WL_PREVIOUS_HEAD

HEAD anterior após atualização (disponível apenas ao executar o gancho de pós-atualização).

WL_COMPONENT_SLUG

Novo na versão 3.9.

Slug do componente usado para construir a URL.

WL_PROJECT_SLUG

Novo na versão 3.9.

Slug de projeto usado para construir a URL.

WL_COMPONENT_NAME

Novo na versão 3.9.

Nome de componente.

WL_PROJECT_NAME

Novo na versão 3.9.

Nome do projeto.

WL_COMPONENT_URL

Novo na versão 3.9.

URL do componente.

WL_ENGAGE_URL

Novo na versão 3.9.

URL de engajamento do projeto.

Processamento de repositório pós-atualização

Pode ser usado para atualizar ficheiros de tradução quando a fonte VCS do upstream alterar. Para conseguir isso, lembre-se que o Weblate só vê fcheiros dos quais se fez commit com o VCS, então precisa fazer commit das alterações como parte do script.

Por exemplo, com Gulp, pode fazê-lo a usar o código seguinte:

#! /bin/sh
gulp --gulpfile gulp-i18n-extract.js
git commit -m 'Update source strings' src/languages/en.lang.json

Processamento pré-commit de traduções

Use o script de commit para alterar automaticamente uma tradução antes de fazer commit dela para o repositório.

É passado como um parâmetro único que consiste o nome de uma tradução atual.