Verificações e correções

Correções automáticas personalizadas

Também pode implementar a sua própria correção automática, além das predefinidas e incluí-las em AUTOFIX_LIST.

As correções automáticas são poderosas, mas também podem causar danos; tenha cuidado ao escrever uma.

Por exemplo, a correção automática a seguir iria substituir cada ocorrência da cadeia foo, numa tradução com bar:

#
# Copyright © 2012–2022 Michal Čihař <michal@cihar.com>
#
# This file is part of Weblate <https://weblate.org/>
#
# This program is free software: you can redistribute it and/or modify
# it under the terms of the GNU General Public License as published by
# the Free Software Foundation, either version 3 of the License, or
# (at your option) any later version.
#
# This program is distributed in the hope that it will be useful,
# but WITHOUT ANY WARRANTY; without even the implied warranty of
# MERCHANTABILITY or FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE.  See the
# GNU General Public License for more details.
#
# You should have received a copy of the GNU General Public License
# along with this program.  If not, see <https://www.gnu.org/licenses/>.
#

from django.utils.translation import gettext_lazy as _

from weblate.trans.autofixes.base import AutoFix


class ReplaceFooWithBar(AutoFix):
    """Replace foo with bar."""

    name = _("Foobar")

    def fix_single_target(self, target, source, unit):
        if "foo" in target:
            return target.replace("foo", "bar"), True
        return target, False

Para instalar verificações personalizadas, forneça um caminho totalmente qualificado à classe Python em AUTOFIX_LIST, veja Verificações de qualidade personalizadas, extensões e correções automáticas.

Personalizando comportamento a usar marcadores

You can fine-tune the Weblate behavior by using flags. This can be done on the source string level (see Informações adicionais sobre cadeias fonte), or in the Configuração de componente (Marcadores de tradução). Some file formats also allow to specify flags directly in the format (see Formatos de ficheiros suportados).

As etiquetas são separadas por vírgulas, os parâmetros são separados por caracteres de dois pontos. Pode usar aspas para incluir espaços em branco ou caracteres especiais na cadeia. Por exemplo:

placeholders:"special:value":"other value", regex:.*

Both single and double quotes are accepted, special characters are being escaped using backslash:

placeholders:"quoted \"string\"":'single \'quoted\''

Aqui está uma lista de sinalizadores atualmente aceitos:

rst-text

Trata um texto como um documento reStructuredText, afeta Tradução inalterada.

dos-eol

Usa marcadores de ponta de linha do DOS em vez dos Unix (\r\n em vez de \n).

read-only

A cadeia é somente leitura e não deve ser editada no Weblate, veja Textos somente leitura.

priority:N

Prioridade da cadeia. As cadeias de maior prioridade são apresentados primeiro para tradução. A prioridade predefinida é 100, quanto maior prioridade que um texto tem, mais cedo é oferecido para tradução.

max-length:N

Limita o comprimento máximo de uma cadeia a N caracteres, veja Tamanho máximo da tradução.

xml-text

Trata o texto como documento XML, afeta Sintaxe XML e Markup XML.

font-family:NOME

Define a família de letras para verificações da renderização, veja Gerir letras.

font-weight:PESO

Define o peso da letra para verificações da renderização, veja Gerir letras.

font-size:SIZE

Define o tamanho da letra para verificações da renderização, veja Gerir letras.

font-spacing:ESPAÇAMENTO

Define o espaçamento de letras para verificações da renderização, veja Gerir letras.

icu-flags:MARCADORES

Define marcadores para personalizar o comportamento da verificação de qualidade MessageFormat do ICU.

icu-tag-prefix:PREFIXO

Define um prefixo necessário para tags XML para a verificação de qualidade MessageFormat do ICU.

placeholders:NOME:NOME2:...

Cadeias de espaço reservado esperados na tradução, veja Espaços reservados.

replacements:DE:PARA:DE2:PARA2...

Substituições para realizar ao verificar parâmetros de texto resultantes (por exemplo, em Tamanho máximo da tradução ou Tamanho máximo da tradução). O caso de uso típico para isso é expandir objetos colocáveis (placeables) para garantir que o texto se encaixe mesmo com valores longos, por exemplo: replacements:%s:"John Doe".

variants:FONTE

Marca esta cadeia como uma variante do texto com a fonte correspondente. Veja Variantes de cadeias.

regex:EXPRESSÃO REGULAR

Expressão regular para corresponder à tradução; veja Expressão regular.

forbidden

Indica tradução proibida num glossário, veja Traduções proibidas.

strict-same

Faz com que «Tradução não alterada» evite usar a lista negra de palavras embutidas, veja Tradução inalterada.

check-glossary

Ative a verificação de qualidade Não segue o glossário.

angularjs-format

Ative a verificação de qualidade Cadeia de interpolação AngularJS.

c-format

Ative a verificação de qualidade Formato C.

c-sharp-format

Ative a verificação de qualidade Formato C#.

es-format

Ative a verificação de qualidade :ref: check-es-format.

i18next-interpolation

Ative a verificação de qualidade Interpolação de i18next.

icu-message-format

Ativa a verificação de qualidade MessageFormat do ICU.

java-format

Ative a verificação de qualidade Formato Java.

java-messageformat

Ative a verificação de qualidade Formato de Mensagem Java.

javascript-format

Ative a verificação de qualidade :ref:”check-javascript-format”.

lua-format

Ative a verificação de qualidade Formato Lua.

object-pascal-format

Ative a verificação de qualidade Formato Object Pascal.

percent-placeholders

Ativa a verificação de qualidade Espaços reservados de percentagem.

perl-format

Ativa a verificação de qualidade Formato Perl.

php-format

Ativa a verificação de qualidade Formato PHP.

python-brace-format

Ativa a verificação de qualidade Formato de chaveta Python.

python-format

Ativa a verificação de qualidade Formato Python.

qt-format

Ativa a verificação de qualidade Formato Qt.

qt-plural-format

Ativa a verificação de qualidade Forma plural Qt.

ruby-format

Ativa a verificação de qualidade Formato Ruby.

scheme-format

Ativa a verificação de qualidade Formato Scheme.

vue-format

Ativa a verificação de qualidade Formatação vue I18n.

md-text

Trata o texto como um documento Markdown. Ativa as verificações de qualidade afeta Hiperligações de marcação, Referências de Markdown e Sintaxe de Markdown.

safe-html

Ativa a verificação de qualidade HTML inseguro.

url

O texto deve consistir apenas numa URL. Ativa a verificação de qualidade URL.

ignore-all-checks

Ignore todas as verificações de qualidade.

ignore-bbcode

Ignora a verificação de qualidade Markup BBCode.

ignore-duplicate

Ignora a verificação de qualidade Palavras consecutivas duplicadas.

ignore-check-glossary

Ignora a verificação de qualidade Não segue o glossário.

ignore-double-space

Ignora a verificação de qualidade Espaço duplo.

ignore-angularjs-format

Ignora a verificação de qualidade Cadeia de interpolação AngularJS.

ignore-c-format

Ignora a verificação de qualidade Formato C.

ignore-c-sharp-format

Ignora a verificação de qualidade Formato C#.

ignore-es-format

Ignora a verificação de qualidade Literais de modelo de ECMAScript.

ignore-i18next-interpolation

Ignora a verificação de qualidade Interpolação de i18next.

ignore-icu-message-format

Ignora a verificação de qualidade MessageFormat do ICU.

ignore-java-format

Ignora a verificação de qualidade Formato Java.

ignore-java-messageformat

Ignora a verificação de qualidade Formato de Mensagem Java.

ignore-javascript-format

Ignora a verificação de qualidade Formato JavaScript.

ignore-lua-format

Ignora a verificação de qualidade Formato Lua.

ignore-object-pascal-format

Ignora a verificação de qualidade Formato Object Pascal.

ignore-percent-placeholders

Ignora a verificação de qualidade Espaços reservados de percentagem.

ignore-perl-format

Ignora a verificação de qualidade Formato Perl.

ignore-php-format

Ignora a verificação de qualidade Formato PHP.

ignore-python-brace-format

Ignora a verificação de qualidade Formato de chaveta Python.

ignore-python-format

Ignora a verificação de qualidade Formato Python.

ignore-qt-format

Ignora a verificação de qualidade Formato Qt.

ignore-qt-plural-format

Ignora a verificação de qualidade Forma plural Qt.

ignore-ruby-format

Ignora a verificação de qualidade Formato Ruby.

ignore-scheme-format

Ignora a verificação de qualidade Formato Scheme.

ignore-vue-format

Ignora a verificação de qualidade Formatação vue I18n.

ignore-translated

Ignora a verificação de qualidade Foi traduzido.

ignore-inconsistent

Ignora a verificação de qualidade Inconsistente.

ignore-kashida

Ignora a verificação de qualidade Letra Kashida utilizada.

ignore-md-link

Ignora a verificação de qualidade Hiperligações de marcação.

ignore-md-reflink

Ignora a verificação de qualidade Referências de Markdown.

ignore-md-syntax

Ignora a verificação de qualidade Sintaxe de Markdown.

ignore-max-length

Ignora a verificação de qualidade Tamanho máximo da tradução.

ignore-max-size

Ignora a verificação de qualidade Tamanho máximo da tradução.

ignore-escaped-newline

Ignora a verificação de qualidade \n não correspondente.

ignore-end-colon

Ignora a verificação de qualidade Dois pontos não correspondentes.

ignore-end-ellipsis

Ignora a verificação de qualidade Reticências não correspondentes.

ignore-end-exclamation

Ignora a verificação de qualidade Ponto de exclamação não correspondente.

ignore-end-stop

Ignora a verificação de qualidade Ponto final não correspondente.

ignore-end-question

Ignora a verificação de qualidade Ponto de interrogação não correspondente.

ignore-end-semicolon

Ignora a verificação de qualidade Ponto e vírgula não correspondente.

ignore-newline-count

Ignora a verificação de qualidade Quebras de linha não coincidentes.

ignore-plurals

Ignora a verificação de qualidade Faltam plurais.

ignore-placeholders

Ignora a verificação de qualidade Espaços reservados.

ignore-punctuation-spacing

Ignora a verificação de qualidade Espaçamento da pontuação.

ignore-regex

Ignora a verificação de qualidade Expressão regular.

ignore-same-plurals

Ignora a verificação de qualidade Mesmos plurais.

ignore-begin-newline

Ignora a verificação de qualidade Nova linha no início.

ignore-begin-space

Ignora a verificação de qualidade Espaços no início.

ignore-end-newline

Ignora a verificação de qualidade Nova linha no final.

ignore-end-space

Ignora a verificação de qualidade Espaço no final.

ignore-same

Ignora a verificação de qualidade Tradução inalterada.

ignore-safe-html

Ignora a verificação de qualidade HTML inseguro.

ignore-url

Ignora a verificação de qualidade URL.

ignore-xml-tags

Ignora a verificação de qualidade Markup XML.

ignore-xml-invalid

Ignora a verificação de qualidade Sintaxe XML.

ignore-zero-width-space

Ignora a verificação de qualidade Espaçamento nulo.

ignore-ellipsis

Ignora a verificação de qualidade Reticências.

ignore-icu-message-format-syntax

Ignora a verificação de qualidade Sintaxe de MessageFormat do ICU.

ignore-long-untranslated

Ignora a verificação de qualidade Não traduzido há muito tempo.

ignore-multiple-failures

Ignora a verificação de qualidade Várias verificações falhadas.

ignore-unnamed-format

Ignora a verificação de qualidade Várias variáveis sem nome.

ignore-optional-plural

Ignora a verificação de qualidade Não pluralizado.

Nota

Geralmente, a regra é chamada ignore-* para qualquer verificação, a usar o identificador dele, para que possa usá-la mesmo para as suas verificações personalizadas.

Essas etiquetas são entendidas tanto nas configurações de Configuração de componente, por configurações de cadeias fonte quanto no próprio ficheiro de tradução (por exemplo, no GNU gettext).

Forçar verificações

Novo na versão 3.11.

Pode configurar uma lista de verificações que não podem ser ignoradas a definir Verificações impostas em Configuração de componente. Cada verificação listada não pode ser ignorada na interface do utilizador e qualquer cadeia com falha nesta verificação é marcada como Precisa de edição (veja Estados de tradução).

Gerir letras

Novo na versão 3.7.

Dica

As fontes carregadas no Weblate são usadas puramente para fins de verificação Tamanho máximo da tradução, elas não têm efeito na interface de utilizador do Weblate.

A verificação Tamanho máximo da tradução usada para calcular as dimensões do texto renderizado precisa ser carregada no Weblate e selecionada a usar um sinalizador de tradução (ver Personalizando comportamento a usar marcadores).

Ferramenta de gestão de fontes do Weblate em Fonts sob o menu Gerir do seu projeto de tradução fornece interface para carregar e gerir fontes. As fontes TrueType ou OpenType podem ser carregadas, configurar grupos de fontes e usá-los na verificação.

Os grupos de letras permitem definir letras diferentes para idiomas diferentes, o que é normalmente necessário para idiomas não-latinos:

../_images/font-group-edit.png

O grupos de letras são identificados pelo nome, que não pode conter espaços ou caracteres especiais, de modo que ele pode ser facilmente utilizado na definição da verificação:

../_images/font-group-list.png

A família de letras e o estilo são automaticamente reconhecidos após carregá-los:

../_images/font-edit.png

Pode ter muitas letras carregadas para Weblate:

../_images/font-list.png

Para usar as letras para verificar o comprimento da cadeia, passe-a os sinalizadores apropriados (veja Personalizando comportamento a usar marcadores). Provavelmente precisará dos seguintes:

max-size:500

Define o máximo de largura em pixels.

font-family:ubuntu

Define o grupo de letras para usar especificando seu identificador.

font-size:22

Define o tamanho da fonte em pixels.

Escrever próprias verificações

Uma ampla gama de verificações de qualidade são incorporadas, (veja Verificações de qualidade), embora eles possam não cobrir tudo o que deseja verificar. A lista de verificações realizadas pode ser ajustada a usar CHECK_LIST e também pode adicionar verificações personalizadas.

  1. Crie uma subclasse de weblate.checks.Check

  2. Define alguns atributos.

  3. Implemente o método check (se quiser lidar com plurais no seu código) ou o método check_single (que faz isso por si).

Alguns exemplos:

Para instalar verificações personalizadas, forneça um caminho totalmente qualificado à classe Python em CHECK_LIST, veja Verificações de qualidade personalizadas, extensões e correções automáticas.

Verificar se o texto de tradução não contém «foo»

Esta é uma verificação bastante simples que apenas verifica se a tradução não possui a cadeia «foo».

#
# Copyright © 2012–2022 Michal Čihař <michal@cihar.com>
#
# This file is part of Weblate <https://weblate.org/>
#
# This program is free software: you can redistribute it and/or modify
# it under the terms of the GNU General Public License as published by
# the Free Software Foundation, either version 3 of the License, or
# (at your option) any later version.
#
# This program is distributed in the hope that it will be useful,
# but WITHOUT ANY WARRANTY; without even the implied warranty of
# MERCHANTABILITY or FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE.  See the
# GNU General Public License for more details.
#
# You should have received a copy of the GNU General Public License
# along with this program.  If not, see <https://www.gnu.org/licenses/>.
#
"""Simple quality check example."""

from django.utils.translation import gettext_lazy as _

from weblate.checks.base import TargetCheck


class FooCheck(TargetCheck):

    # Used as identifier for check, should be unique
    # Has to be shorter than 50 characters
    check_id = "foo"

    # Short name used to display failing check
    name = _("Foo check")

    # Description for failing check
    description = _("Your translation is foo")

    # Real check code
    def check_single(self, source, target, unit):
        return "foo" in target

Verificando se os plurais de texto de tradução tcheca são diferentes

Usa as informações de idioma para verificar se as duas formas plurais no idioma tcheco não são os mesmos.

#
# Copyright © 2012–2022 Michal Čihař <michal@cihar.com>
#
# This file is part of Weblate <https://weblate.org/>
#
# This program is free software: you can redistribute it and/or modify
# it under the terms of the GNU General Public License as published by
# the Free Software Foundation, either version 3 of the License, or
# (at your option) any later version.
#
# This program is distributed in the hope that it will be useful,
# but WITHOUT ANY WARRANTY; without even the implied warranty of
# MERCHANTABILITY or FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE.  See the
# GNU General Public License for more details.
#
# You should have received a copy of the GNU General Public License
# along with this program.  If not, see <https://www.gnu.org/licenses/>.
#
"""Quality check example for Czech plurals."""

from django.utils.translation import gettext_lazy as _

from weblate.checks.base import TargetCheck


class PluralCzechCheck(TargetCheck):

    # Used as identifier for check, should be unique
    # Has to be shorter than 50 characters
    check_id = "foo"

    # Short name used to display failing check
    name = _("Foo check")

    # Description for failing check
    description = _("Your translation is foo")

    # Real check code
    def check_target_unit(self, sources, targets, unit):
        if self.is_language(unit, ("cs",)):
            return targets[1] == targets[2]
        return False

    def check_single(self, source, target, unit):
        """We don't check target strings here."""
        return False